Desporto

Conclusão do polidesportivo da Zona Norte ainda sem data certa

A conclusão do polidesportivo da Zona Norte continua sem data certa, mas o vereador Anildo Jesus garantiu à imprensa que a obra será inaugurada neste mandato. Segundo este responsável pelo pelouro do Desporto da CMSV, os trabalhos vão progredindo, há já algum acabamento feito, mas falta ainda arranjar o piso e a cobertura do recinto.

“Fica neste momento complicado assegurar uma data para o término dos trabalhos, há parceiros que nos querem ajudar e estamos a fazer de tudo para que o polidesportivo fique pronto neste mandato”, declarou Anildo Jesus à margem da inauguração das obras de remodelação do Campo d’Bitim ontem, em Monte Sossego.

Esta obra, recorde-se, está a ser construída em Chã d’Alecrim há anos, tendo o edil Augusto Neves assegurado na campanha que ficaria pronta agora neste mandato, que termina em 2020. Aliás, no discurso feito ontem em Monte Sossego, Neves tocou no assunto ao referir que a edilidade não tem dado atenção só ao futebol. Como referiu o autarca, aos poucos a CMSV vai construindo o polidesportivo da Zona Norte, um empreendimento que foi concebido com a promessa de apoio da Câmara de Oeiras de Portugal.

O projecto está contemplado num empréstimo de 200 mil contos que a CMSV contraiu junto à banca. Do montante, 73 mil contos seriam empregues na construção desse novo pavilhão desportivo. Conforme realçou Augusto Neves em Março de 2017, a Câmara ia construir o tosto, que já está em fase adiantada, e aplicar esse valor na aquisição da cobertura, do piso e equipamentos. Na altura, Neves revelou ao Mindelinsite que a edilidade mindelense estava a negociar com a sua congénere de Oeiras o prometido financiamento para o pavilhão.

Pub.

Mostrar mais

Kimze Brito

Jornalista com 30 anos de carreira profissional, fez a sua formação básica na Agência Cabopress (antecessora da Inforpress) e começou efectivamente a trabalhar em Jornalismo no quinzenário Notícias. Foi assessor de imprensa da ex-CTT e da Enapor, integrou a redação do semanário A Semana e concluiu o Curso Superior de Jornalismo na UniCV. Sócio fundador do Mindel Insite, desempenha o cargo de director deste jornal digital desde o seu lançamento. Membro da Associação dos Fotógrafos Cabo-verdianos, leciona cursos de iniciação à fotografia digital e foi professor na UniCV em Laboratório de Fotografia e Fotojornalismo.

Artigos relacionados

3 Comentários

  1. Esperamos que não venha a ser um novo polidesportivo de Oeiras.
    Pelo menos em termos de dimensão, número de bancadas, bancadas dos dois lados para receber mais do dobro de espectadores, conforto e disponibilidades para atletas e público e também, que seja um pouco, ou muito mais bonito e atrativo do que o polidesportivo de Oeiras..

  2. Tem de ter todas as condições para receber qualquer jogo das selecções.
    Jogos de abertura, jogos de finais, etc.
    Tudo!

  3. Aposto que se fosse em Santiago estava pronto, inaugurado e em uso desde há muito tempo. Tratando se de São Vicente, esta obra vai marcando o seu tempo, entra ano, sai ano, tudo na mesma pasmaceira tal como muitas obras anunciadas. Felizmente essa arrancou e espero que não seja uma obra da santa Engrácia. O terminal de cruzeiros qualquer dia estará construído na Praia e o porto de águas profundas será uma canção para ninar a população de S.Nicolau.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo