Desporto
Tendência

Andebol: Atlético quebra sequência de vitórias do Farense nos play-off e reacende esperança de renovar o título de S. Vicente

O Atlético interrompeu este sábado a sequência de duas vitórias do SC Farense na fase final dos play-off do campeonato de andebol masculino e reacendeu a esperança de reconquistar o título de S. Vicente. Num jogo em que só a vitória interessava, os atléticos entraram em campo com atitude e pontaria afinada nos remates. Os pupilos de Aquilino Fortes colocaram-se logo à frente no placar e dali não saíram. Foram para o intervalo com cinco golos de vantagem.

No segundo tempo, o Atlético continuou dominador, mas já nos últimos cinco minutos da partida o Farense começou a meter pressão, à procura da vitória que lhe daria o título regional. A dois minutos do apito final, a diferença desceu para dois golos, mas o Atlético conseguiu manter o sangue-frio e fechar o jogo com 4 bolas de vantagem. Deste modo, o Atlético provocou um quarto confronto com o Farense na disputa pelo ceptro regional. Neste momento, o Farense tem duas vitórias contra uma do Atlético na final dos play-off, que está a ser disputada à melhor de cinco jogos.

Para Dibanda, a diferença do jogo do Atlético do Mindelo residiu na atitude. Como admite, o Farense colocou o Atlético entre a espada e a parede com duas vitórias consecutivas e só restava uma opção: ganhar, ganhar. “Viemos determinados e com o máximo de respeito pelo Farense. Hoje a nossa estrela de campeão voltou a brilhar e acredito que podemos vencer o próximo jogo e equilibrar o play-off”, comenta Dibanda.

Segundo Aquilino Fortes, o Atlético esteve mais concentrado no jogo, ciente de que não tinha mais margem para erro. Sofrer uma terceira derrota daria ao Farense o título regional. “Os jogos que temos disputado com o Farense têm sido equilibrados e acho que vão continuar a ser. Vencerá este campeonato quem for mais racional”, considera o treinador do Atlético.

O Farense, segundo o treinador Fet, deixou ser levado pela ansiedade e acabou por cometer muitos erros nesse jogo. A equipa, prossegue o técnico, sabia que estava a uma vitória do título e isso pesou tanto no campo como no banco. “Até eu estava ansioso”, confessa.

O Atlético, conforme Fet, é uma equipa experiente e, se distanciar no marcador, as coisas ficam ainda mais complicadas. E, diz, foi exactamente o que aconteceu. Agora, segundo Fet, é aproveitar esta semana, corrigir a postura da equipa e encarar o quarto jogo com a atitude das primeiras duas partidas.

Anderson “Prete” Rocha confirma que a equipa foi dominada pela ansiedade. O atleta admite que estiveram desconcentrados dentro do campo, perderam muitas bolas e estiveram pouco eficazes na finalização. Espera que as coisas mudem esta semana, no quarto jogo dos play-off.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo