CulturaEscolha do Editor

Jovens vulneráveis em colónia de férias com artes na Uni-CV

Um total de 83 jovens de S. Vicente de 11 a 17 anos de idade, em situação de vulnerabilidade e com risco de abandono escolar participam em uma colónia de férias denomina da “feriArtes” na Faculdade de Educação e Desporto da Universidade de Cabo Verde.  A iniciativa visa promover as suas qualidades na música, dança, fotografia, pintura e artesanato.

Esta colónia é promovida pela Ensinarte – Escola Inclusiva de Arte que há mais de quatro anos trabalha na base de voluntariado com jovens com limitadas condições e risco de abandono escolar. Esta acredita que, através da arte, não só aumenta as capacidades dos jovens, mas sobretudo estimulamos a sua autoestima. E os resultados são positivos.

Atelier pintura

“As crianças estão a participar em várias oficinas. São jovens oriundos de famílias vulneráveis, alguns com dificuldades na escola. Queremos dar-lhes oportunidade para serem mais criativos. No fundo, estamos a abrir as suas asas”, explica Emília Wojciechowska, num exclusivo Mindelinsite.

As férias com arte vão até 30 de agosto, de segunda a sexta-feira, das 10 às 12h30.Os jovens participam em workshops de dança com Márcio e Irânia, de sabão com Natura´s, artesanato com Simili, moda e design com Stephanie Silva, fotografia com Emília Wojciechowska, pintura com David Leone e Gildoca Barros e Música com Edénio Fonseca.

Ainda nem todos os ateliers estão a funcionar, o que deverá acontecer em breve. As actividades decorrem no polivalente da Faed/Uni-CV, revela Emília, realçando que o projecto conta com parceria do Ministério da Educação. Neste sentido, aliaram a Escola Secundária Jorge Barbosa, que convidou alguns alunos a participar. “Os jovens foram passando a palavra e trouxeram outros colegas, o que nos permitiu abraçar mais pessoas”, concluiu.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo