Cultura

Jovem dribla desemprego com desenhos profissionais e graffitis

Davidson “Davih” Lopes é natural do município do Porto Novo, Santo Antão, e tem 22 anos. Desempregado, viu no desenho uma oportunidade da sua própria sobrevivência. Em 2019 tirou os desenhos do papel e passou para as paredes.

Lopes conta em entrevista ao Mindelinsite, que desde criança sempre gostou de desenhar. Começou a interessar-se pelo graffitti depois de uma exposição realizada no concelho do Paul. “Durante a exposição no Paul um amigo deu-me algumas dicas de como fazer graffiti. Gostei, experimentei e comecei a fazer”, revela.

Graffiti

Desde então, segue fazendo desenhos profissionais e graffittis. “Como ainda sou novo no mercado, estou a fazer desenhos profissionais para sobreviver e, no meu tempo livre, faço graffiti”, acrescenta.

Os desenhos e graffitis são sobre temas sociais e do quotidiano, com letras coloridas e nas telas pinta animais. Já as pinturas profissionais atendem ao gosto dos clientes que contratam o trabalho deste jovem.

Pinturas animais

Paralelamente, Davidson Lopes também trabalha em parceria com a Associação Young Talent do Porto Novo, no âmbito da educação ambiental no contexto das mudanças climáticas.

Lidiane Sales

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo