Cultura
Tendência

Actores apresentam espectáculos que enformam “Mindelact 2020”

Os espectáculos teatrais que enformam a edição deste ano do festival Mindelact foram esta manhã apresentados à imprensa na cidade do Mindelo. São 16 actuações e quatro actividades paralelas: duas exposições, o lançamento de um livro e uma conversa aberta com a coreógrafa portuguesa Catarina Miranda em quatro dias, numa média de cinco eventos diários, explicou o presidente da direcção do Mindelact. Ao todo, segundo João Branco, o festival vai movimentar cerca de 50 artistas nacionais de estrangeiros. 

João Branco apresentou a peça “O cheiro dos velhos”, que estreia em Cabo Verde esta quinta-feira, 12, no Palco 1 do Centro Cultural do Mindelo, realçando que todos os espectáculos locais estão com lotação esgotada. Já Catarina Miranda traz o espectáculo “A dream is the dreamer”, no Palco 2 (ALAIM), também esta quinta-feira. O actor português António Santos, que se encontra no país há vários dias, chega com o projecto “62 formas de segurar a cabeça”, uma estreia no festival do teatro. O encerramento do Mindelact vai estar a cargo do actor brasileiro Chico Diaz, com a peça “A lua vem da Ásia”.

Sobre esta obra, Diaz explicou que foi escrita em 1956. “É um texto  belíssimo de um surrealista brasileiro escrito em 1956. Um ser confinado que escreve um diário na primeira pessoa e que mantém uma actualidade impressionante. É um percurso, uma narrativa em fazer poética. Tem a ver com liberdade e com resistência”, informou este conhecido actor brasileiro. 

Catarina Miranda destacou a importância de estar em Cabo Verde a passar por esta “experiência emocionante” e diz estar agradecida em apresentar a sua peça “A dream is the dreamer” no Mindelact, um trabalho que iniciou em 2018, na França, enquanto fazia o seu mestrado. “Estreamos esta peça no ano passado em DVD. Mas ela continha a ser desenvolvida. É um processo alucinante de um homem que está sozinho num palco vazio a alucinar com o seu próprio corpo e os espaços friccionado que ele atravessa”, descreve. 

Lidiane Sales (Estagiária)

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo