Atualidade

Reorganização do Banco de Urgência: HBS inaugura nova sala de espera de adultos

O Hospital Baptista de Sousa inaugurou hoje uma nova sala de espera do Banco de Urgência de Adultos (BUA), integrado no projecto de reorganização deste serviço. A obra e o recheio custaram cerca de cinco mil contos, montante suportado pela Moave, empresa que se fez representar na cerimónia, pela engenheira Sónia Morais, para quem este é um presente de indiscutível necessidade para a ilha de São Vicente e suas gentes.

Na ocasião, a directora do HBS agradeceu a Moave, que financiou o projecto, e explicou que a obra se insere num programa mais abrangente de reorganização do Banco de Urgência de Adultos do hospital. “Com esta sala teremos maior comodidade para os nossos utentes, nomeadamente para os familiares e acompanhantes. A antiga sala, que também vai ser reabilitada – com suporte da Enapor – vai passar a ser um espaço de atendimento. Esta reorganização permite-nos fazer uma diferenciação dos utentes, consoante a prioridade de urgência. Temos agora uma sala para os doentes menos graves, que terão acompanhamento permanente de um enfermeiro enquanto aguardam atendimento médico, e uma sala para os doentes mais graves. Estamos a reorganizar para melhorar o atendimento”, explica Ana Brito.

Esta divisão vai permitir ainda disponibilizar profissionais de saúde diferenciados, tanto para os doentes menos urgentes como para os que correm risco de morte. Ana Margarida Brito acredita que este novo espaço, moderno e refrigerado, vai permitir ao HBS uma maior qualidade, acomodação e aos utentes um atendimento mais humanizado. “Vamos ter, possivelmente, um reforço de pessoal de enfermagem. Neste momento, já se está em fase de concurso para recrutamento de mais profissionais. Já em relação a parte médica, estamos a negociar com a delegacia de Saúde de São Vicente a possibilidade de termos mais médicos no Banco de Urgência.”

Ana Brito deixa claro que este serviço não vai interferir com o sistema de prioridade, que prioriza os casos mais urgentes. Vai, sim, separar os doentes e os acompanhantes, facilitando assim o atendimento por parte dos profissionais de saúde. Diariamente, refira-se, são atendidos no BU de Adultos do HBS uma média de 140 doentes e no de Pediatria em torno de 90 crianças. Estes atendimentos são feitos por uma equipa constituída por dois/três clínicos gerais, um cirurgião e um ortopedista, que são ainda apoiados por ginecologistas da Maternidade e Anestesistas do Bloco Operatório, serviços que funcionam 24/24 horas.

Da parte da Moave, Sónia Morais explicou que a empresa foi contactada pela direcção do hospital, que solicitou um patrocínio para a construção e equipamento da nova sala de espera do Banco de Urgência. Aceitaram de pronto o desafio porque viram nesta obra uma excelente oportunidade para exercer a sua responsabilidade social e presentear a ilha com um espaço necessário e útil para todos. “Entendemos que este seria, sem dúvida, um dinheiro bem empregue. Por isso, é com enorme satisfação que estamos aqui hoje, em representação do Conselho de Administração, presentes nesta inauguração e para fazer a entrega desta obra, que irá proporcionar melhores condições no atendimento de quem busca os serviços do BU.”

A construção da nova sala e o recheio do Banco de Urgência de Adultos, refira-se, custou em torno de cinco mil contos, sendo quatro na edificação e mil no equipamento, cadeiras, mesas, televisão, ar condicionado, etc.

Constânça de Pina

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo