Atualidade

MP abre investigação contra Amadeu Oliveira por indícios de VBG

A Procuradoria-Geral da República anunciou esta segunda-feira, 3 de maio, num comunicado na sua página no Facebook que abriu instrução criminal por alegadas agressões do advogado e recém-eleito deputado da Assembleia Nacional Amadeu Oliveira contra uma ex-companheira. Logo após as publicações, as reacções não se fizeram esperar com algumas pessoas a afirmar que se está a tentar de tudo para derrubar o deputado.

O PGR alega que, tendo tomado conhecimento da notícia veiculada no jornal online “O País” no dia 25 de abril, dando conta de alegadas agressões praticadas por um individuo de nacionalidade cabo-verdiana, advogado e recém-eleito deputado da AN, contra a antiga companheira marital, determinou no dia 27 a abertura de instrução criminal.

Em causa estão factos suscetíveis de integrarem, por ora, a prática do crime de violência baseada no género, previsto e punido pela legislação penal nacional”, lê-se na nota, que refere ainda que, no âmbito da investigação, que corre termos na Procuradoria da Comarca de Ribeira Grande de Santo Antão, em segredo de justiça, encontram-se em curso um conjunto de diligência com vista à obtenção de meios de prova.

Uma vez concluída a instrução, será tornado público o sentido do despacho de encerramento, frisa o comunicado.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo