A1Opinião
Tendência

Por quê tantas mentiras!!!

Acabo de tomar conhecimento do discurso do presidente da UCID, publicado no MindelInsite! “Mais uma vez, este voltou a falar da qualidade e capacidade dos integrantes das listas da UCID para a AM e CM e, antevendo o futuro, defendeu que os mindelenses vão reconhecer la mais para frente que demoraram para entender a postura do partido relativamente aquilo que este defende desde Outubro de 1975 e, oficialmente, desde 13 de Maio de 1978” 

Qual o objectivo dessa mentira!!!-Desde Outubro de 1975-

Nesta conjuntura crucial da luta pela afirmação, ou sobrevivência da UCID!!!

Sem modéstia, sou forçado a dizer que enquanto estiver vivo, não posso permitir, que por ignorância, interesses outros… ou desconhecimento da historia da UCID, alguém se atreva a mentir, deturpar a verdadeira historia da UCID, sabe-se la Deus a troco de que! 

Não só, por ter sido o membro fundador, que depois da primeira reunião de reflexão que teve lugar na capital portuguesa, finais de Junho de 1977, assumiu a missão de, a minha custa, fazer os contactos necessários para o recrutamento dos elementos interessados a tomar parte na difícil tarefa de elaborar propostas para fundar um partido politico baseado nos princípios da Declaração Universal dos Direitos Humanos e com os objectivos principais, lutar contra os excessos do sistema de partido único, ver lista dos presos políticos de finais de Maio inicio de Junho de 1977 em São Vicente e, unidade Guine-Cabo Verde.

Contactos esses levados a cabo junto de alguns emigrantes em toda a Europa ocidental, Estados Unidos, Brasil, Argentina e alguns países africanos.

Tarefa muito difícil, mas que logo de inicio contei com a colaboração importante de, Antonio Gumercindo Ribas Chantre, que na Assembleia Constituinte de 13 de Maio em Rotterdam, foi nomeado Embaixador Itinerante para dar continuidade a divulgação da filosofia e ideologia do partido junto das comunidades emigradas e, a partir de Novembro de 1978 com a distribuição do primeiro numero da Revista Nação Cabo-verdiana, publicação mensal da UCID. 

Portanto, de uma vez por todas, a ideia de fundar a UCID nasceu das prisões em massa, que o (des)governo de então desencadeou contra aqueles que na Cidade do Mindelo, finais de Maio inicio de Junho de 1977, apenas queriam ter voz e poder apresentar as suas reivindicações em plena liberdade de expressão, a fim de poderem exercer o contraditório.  

Lidio de Silva – Membro fundador Nr. 2-D Assembleia Constituinte Rotterdam, 13 de Maio de 1978

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo