Social

Preventiva para suspeitos de abuso sexual de quatro crianças na Boa Vista

O Tribunal da Comarca da Boa Vista decretou a prisão preventiva para dois indivíduos suspeitos da prática de oito crimes de agressão sexual contra quatro crianças com idades compreendidas entre os 6 e os 10 anos. Outros dois indivíduos terão de apresentar periodicamente às autoridades.

Em comunicado, a Polícia Judiciaria informa que deteve nos dias 29 e 30 de abril, fora de flagrante, dois indivíduos do sexo masculino, de 31 e 66 anos, naturais de São Vicente e residentes em Sal-Rei. Os dois são suspeitos de oito crimes de agressão sexual de menores, cometidos contra quatro crianças com idades compreendidas entre os 6 e os 10 anos.

Outros dois indivíduos – uma mulher de 34 anos (Santiago) e um homem de 36 (Guiné Bissau)- foram também detidos na ilha das Dunas. A mulher é suspeita de encobrimento de uma agressão sexual com penetração de forma continuada contra uma criança de 12 anos. Já o homem é suspeito de tentativa de agressão sexual contra uma jovem de 29 anos.

Os detidos foram presentes ao Tribunal, que aplicou prisão preventiva a dois e apresentação periódica aos outros dois.

Tráfico de drogas

No cumprimento de mandados de busca, a Polícia Judiciária apreendeu na última semana de abril, entre os dias 26 e 29 de abril, em cinco residências em Cruz João Évora, Monte Sossego, Ribeira Bote e Vila Nova, na ilha de São Vicente, produtos estupefacientes – cocaína, Cannabis e Haxixe – mais de 600 mil escudos e uma diversidade de objetos, entre os quais vários telemóveis. Deteve ainda, em flagrante delito, oito indivíduos do sexo masculino, com idades compreendidas entre os 17 e os 49 anos, todos suspeitos da prática de crimes de Tráfico de Drogas.

Um outro indivíduo, de 29 anos, residente em Monte Sossego, foi detido hoje, também suspeito de tráfico. Antes, no dia 29, a PJ deteve, fora de flagrante, um indivíduo de 20 anos, residente em Ribeira Bote, suspeito de roubo, na via pública, praticado no passado mês de março, na mesma localidade. Os detidos foram presentes, no tempo legal, ao Tribunal da Comarca de São Vicente que aplicou, a todos, apresentação periódica, como medida de coação.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo