Social
Tendência

CNDHC realiza formação para activistas de defesa dos direitos LGBTI em S. Vicente

A Comissão Nacional para os Direitos Humanos e a Cidadania realiza nos dias 22 e 23 de abril uma formação destinada a associações, organizações públicas e ativistas de defesa dos direitos LGBTI na ilha de S. Vicente. A formação, segundo a CNDHC, tem como principais objetivos fortalecer as capacidades dos participantes em matéria de cidadania e direitos humanos, mas também criar as bases para que o ativismo LGBTI (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transsexuais) seja exercido de forma consciente e suportado em normas de direitos humanos. A iniciativa abrange entidades que trabalham com a comunidade nas ilhas de Santo Antão, São Vicente e Sal. 

Direitos Humanos e Pessoas LGBTI, Conceitos LGBTI, Direito à Saúde das Pessoas LGBTI, Violência Baseada no Género, situação das pessoas LGBTI no mundo e em Cabo Verde, Cidadania LGBTI e Movimentos Associativos são os temas que serão abordados durante a formação, que será depois replicada na Cidade da Praia com representantes das ilhas de São Nicolau, Boa Vista, Maio, Santiago, Fogo e Brava.  

Esta ação está enquadrada no projeto “Cidadania LGBTI”, financiado pela Embaixada dos Estados Unidos da América em Cabo Verde, e que prevê ainda a realização de um estudo, um seminário e ações para a adoção de políticas publicas de inclusão das LGBTI. O ato de abertura do evento irá contar com as intervenções da presidente da CNDHC, Zaida Morais de Freitas, do membro da Associação Arco-Íris, Gerson Fortes, e do Embaixador dos Estados Unidos da América em Cabo Verde, Jeff Daigle. 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo