Mundo

França confirma 1.º caso de varíola dos macacos

Depois de Portugal, Reino Unido, Itália e Espanha, foi confirmado hoje o primeiro caso de monkeypox (varíola dos macacos) em França. Trata-se de um homem, de 29 anos, que reside na Île-de-France que “não tem antecedentes de viagem para um país onde o vírus circula”, avança Le Parisien. 

De acordo com o jornal, o paciente encontra-se isolado em casa porque o seu caso não é considerado grave. Entretanto, as autoridades francesas já iniciaram uma uma investigação aprofundada para tentar saber como o paciente foi contaminado e todas as pessoas que tiveram contacto com ele vão ser procurados e testados. 

Este caso, de acordo com Le Parisien, surge numa altura em que o número de doentes com o vírus está a espalhar por diferentes países da Europa – Reino Unido, Itália Espanha e Portugal – e também pelo norte da América: Estados Unidos e Canadá.

O vírus da varíola dos macacos, denominado monkeypox em inglês, é endêmica em algumas regiões da Africa desde finais de 1970. O surgimento de casos em países da Europa é, por isso, considerado incomum pelo ministério da Saúde francês. Outro sinal de alerta, diz, é que os pacientes estão a ser infectados em seus próprios países. 

Este é também o caso do primeiro paciente identificado na França, já que ele não viajou para nenhum país onde, aparentemente, o vírus está a circular, afirma o epidemiologista Éric D’ Ortenzio, citado pelo mesmos jornal. 

A varíola de macacos, refira-se, é transmitida pelo contato com uma pessoa infectada ou seus fluidos corporais, incluindo saliva. 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo