EconomiaEscolha do Editor
Tendência

Indisponibilidade de voos domésticos: Mais um “soco no estômago” nos sectores de viagem e turismo em CV

A Associação das Agências de Viagens e Turismo de Cabo Verde diz estar “muito preocupada” com a indisponibilidade de voos inter-ilhas a partir do dia 16 de maio. Trata-se, afirma, de uma situação grave que coloca em causa não só a estabilidade e capacidade de planeamento das agências de viagens e turismo nacionais, como também dos operadores internacionais. “É mais um soco no estômago nos sectores das viagens e turismo”, desabafa.

É que, segundo o presidente da AAVT, esta indefinição afeta os passageiros emigrantes e turistas que queiram visitar diferentes pontos do país, que acabam por ter de adiar as suas viagens. “Isto tudo numa altura em que precisamos de voos e de passageiros a circularem para e pelas ilhas como de pão para a boca”, desabafa em comunicado.

Este é mais um episódio que vem acrescentar às desconfianças de longevidade e sustentabilidade do actual projecto de ligações inter-ilhas. Por outro lado, acaba por ser mais um entrave para os sectores das viagens e turismo e ao projecto do turismo interno no qual o Governo, a AAVT e os parceiros têm estado a trabalhar, segundo Mário Sanches.

“Esgotadas as vias diretas com os principais atores neste processo, a AAVT lança este apelo público ao Executivo, que aproveite o renovado voto de confiança dos cabo-verdianos para encontrar uma solução constante e definitiva, capaz de renovar as esperanças e as certezas de todos quanto dependem destes sectores fulcrais para qualquer projecto de desenvolvimento destas ilhas”, pontua.

Em março, recorda, as agências foram confrontadas com a eminência de falta de voos em abril, sem que fossem explicadas as razões por detrás. Na altura, o Governo teve de intervir para evitar o que a AAVT considera seria uma “tragédia para estas ilhas”. Agora estão novamente sob a ameaça de suspensão das ligações domésticas.

“As nossas empresas associadas, por demais fustigadas com a pandemia da Covid-19 e seus efeitos devastadores na saúde e na economia, estão a braços com a incapacidade de planeamento e a correm sérios riscos de agravar ainda mais uma situação que coloca em causa a sobrevivência dos nossos negócios e o ganha pão de centenas de famílias.”

Perante este quadro, a AAVT manifesta a sua disponibilidade e abertura para sentar à mesa com os decisores nesta matéria para encontrarem soluções para acabar com esta “nuvem negra de incertezas”, no momento em que mais necessitam planear e alargar a visão desses sectores a longo prazo.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo