Desporto

Jorge da Luz considera Jogos Escolares “viveiros de atletas” para abastecer desporto cabo-verdiano

O delegado da Educação afirmou na abertura dos Jogos Escolares de S. Vicente, que é um viveiro de atletas que alimenta todo o desporto cabo-verdiano. Jorge da Luz mostrou-se satisfeito com o regresso desta actividade, após uma paragem de dois anos por causa da pandemia da Covid-19 e no inicio das suas novas funções como representante do Ministério da Educação na ilha. Já administrador do Instituto do Desporto e da Juventude, Graciano Sena, realçou que o desporto está na base de todo o sistema do desporto no país e fornece atletas para todos os níveis: universitário, militar e federado, com a vantagem de que os alunos terão no futuro uma vida activa. 

O delegado começou por citar o ditado popular “corpo sano, mente sã” para dizer que os Jogos Escolares, além de serem uma atividade física, são também mental. “Os Jogos Escolares são extremamente importante para as crianças porque é aqui que se constitui o viveiro para abastecer todo o desporto cabo-verdiano no futuro. Por isso, o ministério, através da delegação, está totalmente empenhada e engajada em levar à frentes estes Jogos Escolares”, declarou Jorge da Luz, que aproveitou par apelar ao fair play e aos espirito desportivo porque todos saem a ganhar. 

Aqui não há vendedores e perdedores. O que há é o desporto, a actividade das crianças e o envolvimento de toda a comunidade educativa, desde as famílias, os professores, os organizadores e, em especial, os destinatários que são as crianças que vão participar dos jogos, nas mais variadas modalidades. Por isso, é com muita satisfação que declarei a abertura dos Jogos Escolares de São Vicente”, acrescentou. 

Ansiedade das crianças antes do início dos Jogos Escolares

O administrador do IDJ também falou da importância do desporto escolar, responsável pela criação dos futuros atletas, para o desporto universitário, militar ou federado. Neste sentido, de acordo com Graciano Sena, o IDJ está firme e com uma determinação clara em apoiar o ME na promoção do desporto. “O desporto é fundamental para o novo século e com um conjunto de males relacionados com doenças não transmissíveis, nomeadamente a hipertensão, as diabetes, a obesidade, e também para ocupação saudável do tempo livre. As crianças nas escolas devem estar envolvidas nas actividades extracurriculares, nomeadamente nos jogos ou em qualquer outra actividade de expressão. E o desporto nos dá esta prerrogativa.”

 Participam nos jogos escolares cerca de 900 alunos do primeiro ao sexto ano de nove agrupamentos escolares de São Vicente, mais as escolas Salesiana, Portuguesa e de S. Pedro. Serão no total 12 selecções que vão competir nas modalidades de futsal, andebol, atletismo, gincana, jogo de força e “mata” de hoje até o dia 4 de junho. As actividades terão lugar todos os sábados, em diferentes espaços desportivos da ilha. 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo