Cultura

Livro sobre a última viagem do navio Pentalina vai ser apresentado no dia 8 de Março no CCM 

O livro “A última e incrível viagem de Pentalina, da autoria de José Escolástico Ramos, um dos sobreviventes desta tragédia, vai ser lançado na próxima terça-feira, 08 de março, às 18h30, no Centro Cultural do Mindelo em São Vicente. A apresentação da obra estará a cargo da professora Isabel Lobo. 

Este naufrágio, conforme o seu prefácio do livro, serve de base e de motivação para mais uma aventura literária do autor, que é natural de São Nicolau, mas fez os seus estudos lineais em São Vicente onde residiu até 1970, ano em que regressou à sua ilha natal para exercer funções de professor primário até 1975. Retrata a forma quase desumana como os passageiros são tratados durante as viagens marítimas interilhas, a fraca ou nula actuação das autoridades marítimas na altura no naufrágio, em 2014. 

Questiona, por outro lado, a demora na reposição da normalidade, assim como uma homenagem à todas as vitimas de naufrágio, especialmente os familiares dos náufragos que pareceram nos mares das ilhas. “Quem tem o privilegio de se deitar com a leitura desta magnifica obra, num curto lapso de tempo, apercebe, ilusoriamente, estar perante a assistência de um filme de ‘suspense’ ou perante a audiência de uma bela peça de teatro, à medida que vai devorando os capítulos.”

De igual modo, prossegue, ao concluir a leitura, fica-se com a imprensas de se estar perante uma seleta e agradável coletânea literária cruzando fronteiras em vez de um inicio livro de depoimentos trágico-marítimo. Este é um livro que, segundo Afonso Zego, que assina este prefácio, interessa a todos, pela riqueza, originalidade e transversalidade dos temas referenciados com invulgar simplicidade.  

O autor José Escolástica Ramos, refira-se, iniciou a sua escrita quer em prosa como em poesia em 1964, então com 12 anos, tendo publicado a sua primeira obra poética “Lágrimas da Minha Alma”, em 2018. Este assume ser um cidadão muito atento ao que se passa em Cabo Verde, participando activamente e com muita paixão em todas as temáticas que se relacionam com o progresso e com a justiça social no país.

Relativamente ao navio de carga e passageiros Pentalina B, recorda-se, encalhou na praia de Moia-Moia, no concelho de São Domingos, no dia 5 de junho de 2014, quando fazia a ligação entre a ilha da Boa Vista e a cidade da Praia. Era propriedade da Cabo Verde Marítima.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo