CulturaEscolha do Editor

Livro “Se causa Dor não é Amor” apresentado em Santo Antão

O livro “Se causa Dor não é Amor”, da autoria de Miriam Medina e com a cancela da editora/Livraria Pedro Cardoso, vai ser apresentado no próximo dia 18 de novembro, às 18 horas, no Centro Paroquial da Ribeira Grande, Santo Antão. O convite partiu da Fundação DEAL, uma organização sem fins lucrativos, baseado em Ponta do Sol, que actua em prol de causa sociais, nomeadamente na defesa dos direitos das mulheres.

Ariana Margarete explicou em um exclusivo Mindelinsite, que o convite para apresentar deste livro na ilha de Santo Antão, mais precisamente na Ribeira Grande, foi endereçado a autora, que se encontra neste momento na Europa a fazer a divulgação da obra. E esta aceitou de imediato. “Houve essa possibilidade de Miriam Medida vir a Ribeira Grande somente por um dia para nos trazer o seu livro e ficamos muito gratos porque este é um assunto que, a nosso ver, não está a ser analisado. E continuamos a ter vários casos de mulheres agredidas aqui no país”, afirma.

Ariana Margarete cita, a título de exemplo, o caso recente da mulher queimada pelo ex-companheiro na cidade do Porto Novo e que teve de ser evacuada para o Hospital Baptista de Sousa em São Vicente. Mas há outros exemplos um pouco por todo Cabo Verde. “Entendemos que é uma necessidade falar da violência contra a mulher. É um tema pertinente para todos. Aliás, fizemos questão de convidar alunos do 12º ano para testemunhar e estar em sintonia com este tema porque as vítimas não são apenas as mulheres adultas. Há também muita violência entre os jovens.”

A apresentação do livro, diz, é aberta ao público em geral, mas, por causa das normas impostas pela pandemia da Covid-19, vamos tomar alguns cuidados e, se for necessário, limitar o número de pessoas. Esta obra, que relata histórias de violência no namoro na primeira pessoa, vai ser apresentada por José Manuel Monteiro e Pedro Silva.

Natural de Santo Antão, Miriam Medina é mestre em Ciências Sociais, Formadora de Formadores, Mediadora de Conflitos e Activista social. É ainda mentora, dançarina e presidente do Mon Na Roda, grupo que promove a inclusão de pessoas com deficiência física, através da dança desportiva em cadeira de rodas. Este tem, aliás, representado Cabo Verde em campeonatos internacionais e tem conseguido excelentes resultados. 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo