Social
Tendência

Concerto solidário nos Países Baixos para beneficiar famílias carenciadas em Cabo Verde com WC

Preocupada com as condições sanitárias porque passam muitas pessoas em Cabo Verde, a comunidade cabo-verdiana na Holanda pretende realizar uma angariação de fundos para financiar a construção de latrinas e casas de banho, que irāo beneficiar muitas famílias carenciadas e, consequentemente, melhorar a sua qualidade de vida. Para o efeito agendou um concerto solidário para este sábado, 12, sob o lema “Humanidade e Konxiensia”

A iniciativa é coordenada por Miguel da Silva e Eddie Fortes e o início do concerto solidário está marcado para as 19h30 em Holanda, 17h30 em Cabo Verde. Durante o certame vão ser leiloados dois quadros dos artistas Lito Silva, que reside na Inglaterra, e Franklin Lopes, na Holanda. Serão aceites também doações durante todo o corrente mês de dezembro, cujo número da conta bancaria será anunciada em breve, segundo os promotores. 

Estes garantem que toda a ajuda é bem-vinda para o sucesso deste projecto que visa melhorar a vida das pessoas. Para isso, o concerto conta com a participação de artistas como Zé Carlos, Tha Real Vibe (The Greg & Dhema Rush), Djenio Semedo, Johnny Ramos, Eddy Fortes Moda Grog, Linete Lopes. Lily Spencer, a Jacqueline Fortes, Dina Medina, Ary Fortes, Melissa Fortes, Natalia, Poliana Vieira. Djocy Santos, Elaine Silva, Laise Sanches.

Carlos Matos assina a direcção musical, Jorge do Rosário os arranjos e a banda suporte é constituída por Danilo Tavares (Baixo),  Manu Ramalho (Cavaquinho), Toy Vieira (Cavaquinho) e Johnny Fonseca (Guitarra).

Em nota a que o Mindelinsite teve acesso, a organização do concerto solidário explica que esta iniciativa partiu do entendimento de que a instalação de casas-de-banho e o fornecimento de água potável nos países mais desfavorecidos é o meio mais seguro de reduzir a pobreza e melhorar a saúde pública. “Muitos cabo-verdianos vivem sem casas-de-banho adequadas e o  problema reside na questão de que a falta de uma casa de banho adequada facilita a proliferação de doenças perigosas”, realça a nota. 

De acordo com a mesma fonte, a simples melhoria de acesso a água potável, casas-de-banho e ao facto de se lavar as mãos com sabão pode reduzir em 25 por cento a taxa de doenças que resultam da falta de higiene. O Dia Mundial da Casa de Banho, oficializado desde 2003, foi assinalado a 19 de Novembro, este ano a organização lembrou a todos que o direito a saneamento é uma das metas do Desenvolvimento Sustentável 2030.

Assim, pensa-se, que este objectivo poderá ser alcançada com a construção de instalações sanitárias ligadas a sistemas de esgoto canalizados, fossas sépticas, latrinas com ventilação ou retretes que permitam a compostagem. 

João. A. Do Rosário

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo