Social

Câmara da Boa Vista demarca-se do envenenamento de cães em Sal-Rei

A Câmara Municipal da Boa Vista garante que nada tem a ver com os casos de envenenamento de cães, que se verificam em diversas artérias da cidade de Sal-Rei, uma prática que classifica de repugnante, injustificável, desumano e indigno. Admite, entretanto, que a situação é preocupante.  

De acordo com um comunicado enviado à imprensa esta quarta-feira, a referida autarquia informa que tomou conhecimento de casos suspeitos de envenenamento de cães, em diversas artérias da cidade de Sal-Rei por cidadãos, cuja identidade e o tipo de veneno são desconhecidos. 

A fim de tranquilizar a população e repor a verdade dos factos, a municipalidade garante que nada tem a ver com esta prática “repugnante, injustificável, desumano e indigno”. “A atual equipa camarária, liderada por Cláudio Mendonça, desde o início da sua tomada de posse assumiu, nitidamente, uma posição de defesa dos direitos dos animais e de adoção dos métodos mais adequados e aceitáveis de administração da população canina”, refere. 

Afirma ainda que, desde agosto do corrente ano, tem estado engajada na organização de atividades em prol da melhor gestão da população canina no Município, tendo, para o efeito, estabelecido parcerias com a associação “Narina” que se traduziram, por exemplo, na “1.ª Campanha de Registo de Cães 2022”, ocorrida entre 3 de agosto e 26 de outubro. “ A Câmara Municipal informa e reforça que repudia qualquer tipo de violência e demarca-se, totalmente, destes procedimentos capazes de colocar em causa a Saúde Pública”, pontua.

Em jeito de remate, a autarquia avança que já foram acionados a Delegacia de Saúde, o Ministério de Agricultura e Ambiente e as Entidades Policiais para juntos averiguarem a situação, que considera condenável e desumana. Apela, por outro lado, ao bom-senso da população e aconselha os cuidadores a protegerem os seus animais. 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo