Economia
Tendência

Missão “quase” impossível viajar entre Sal e SN

A ilha de São Nicolau está por estes dias “desconectada” do resto do país, seja por via aérea ou marítima. A situação é mais crítica na rota Sal – São Nicolau porquanto as passagens marítimas estão totalmente esgotadas durante o mês de julho e, para agosto, não há espaço para mais reservas. Já a ligação aérea é semanal e demanda muito tempo, cerca de dez dias para ida e volta.

Descontente com esta situação, Gualberto do Rosário, antigo ministro da Economia e actual presidente da Câmara do Turismo de Cabo Verde, recorreu ao Facebook para fazer um desabafo, em curta publicação. O empresário diz que não se consegue viajar para São Nicolau, sua ilha natal, durante o resto de julho. “Quanto a agosto, ainda não se aceitam reservas. Solicitamos, encarecidamente às autoridades que façam ´algum algo´”, escreve.

Ao Mindelinsite, este confirmou que não se consegue viajar nem por via aérea e nem marítima. “Não consigo viajar por via marítima. Segundo fui informado não há lugar. Quanto ao novo navio, Dona Tututa, ainda não começou a operar. De avião, a Bestifly faz uma única ligação semanal Sal – S. Nicolau. Para viajar entre as duas ilhas, terei de gastar dez dias. Tenho de dormir uma noite na Praia na ida e duas na volta”, desabafa.

Instado sobre a possibilidade de ligações aéreas extras sobretudo durante o verão em que muitos emigrantes regressam para férias com familiares, Gualberto do Rosário diz não ter qualquer informação neste sentido. “A minha secretária já tentou por todos os meios fazer uma reserva, quer por via marítima, quer aérea, e foi absolutamente impossível”, acrescenta.  

Na rota São Vicente – São Nicolau, conforme informações apuradas por Mindelinsite, está prevista uma ligação com o navio Interilhas, no sábado. E ainda há passagens disponíveis. Na terça-feira, Praia d´Aguada também fará uma viagem entre as duas ilhas, com passagem por Sal e Boa Vista. Foi impossível chegar à fala com a agência da Bestfly.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo