Cultura

Tiago Silva surpreendido pela positiva com apoio e procura por seu EP “Kês D’meu”

Tiago Silva está surpreendido pela positiva com apoio e procura por seu EP “Kês D’meu”, lançado no dia 5 de agosto último nas plataformas digitais e que inclui o single Kêl D’meu, com participação do rapper Kiddye Bonz. O EP é composto por sete temas, escritos e musicados por este jovem artista. 

“Kês D’Meu” é até agora o trabalho deste jovem artista com maior aceitação por parte dos cabo-verdianos, expresso através de telefonemas, mensagens e partilhas nas redes sociais. “Todos os temas – K bô krê (feat Mark Delman); Bem Dança; É só bo; Kel kê D’Meu; Nos maneira (feat Renato Mont); Momento e Fica li – foram escritos e musicados por mim. Trabalhei com dois produtores instrumentais Milton Évora, mais conhecido por MBeat e Renato Mont, a.k.a N-Art. São dois jovens cabo-verdianos, mas que residem em Portugal. O meu estilo sempre foi fusão, mas neste em particular saí um pouco da minha zona de conforto e embarguei num estilo diferente. Por isso não esperava uma reação tão positiva”, declarou Tiago Silva num exclusivo Mindelinsite

Este admite, aliás, que chegou a temer algum estranhamento, sobretudo por parte das pessoas que acompanham o seu trabalho. Mas não foi isso que aconteceu. Ao contrário, as reações têm sido positivas, justificando a decisão de Tiago Silva de dedicar este EP aos que o apoiaram e acompanham desde o inicio e a escolha do título escolhido: Kês D’ Meu. “Desta vez optei por escrever sobre os diferentes tipos de amor, mas foquei em aspectos distintos em cada letra. São histórias que vou escutando e que vejo no meu dia-a-dia”, afirma este artista, que já conta com alguns anos de carreira. 

Conta que começou a cantar e a tocar deste os nove anos, mas profissionalmente foi só a partir dos 19/20 anos. Antes tocava por hobbies, sobretudo para familiares e amigos. “Não tenho um estilo predominante. Faço fusão na minha música. Neste projecto, faço uma fusão mais afro. Mas em todas as minhas músicas músicas sente-se a influencia da música cabo-verdiana, mais sobretudo da coladeira e da morna. Também é possível ouvir um pouco de kizomba e afro nas minhas música.”

Actuação no palco da Baía das Gatas

Ainda na ressaca do sucesso no palco da Baía das Gatas, principalmente do Feedback do público, Tiago Silva não tem dúvidas que a sua carreira ganhou uma outra dimensão. “Baía é um palco almejado por todos os artistas. É uma grande montra. São três dias em que todas as atenções estão viradas para o evento, então é uma grande oportunidade de expandir horizontes e fazer novos contactos.”

Neste sentido, Tiago Silva acredita que as perspectivas são animadores. “Espero novos contactos e continuar a subir em grandes palcos, levar a minha música cada vez mais longe, inclusive além fronteiras”, perspectiva este artista, que integra uma banda de jovens que o acompanha deste sempre. “Estudei na França, mas desde que regressei tenho a minha banda, constituída por Yanik Almeida, mais conhecido por Nhanhe, Romario Rodrigues e Renato Monteiro na guitarra e Ito nos teclados. A estes juntam os produtores Renato Mont (a.ka N-Art) e Minton Évora (a.k.a MBeat). O EP Kês D’Meu foi mixado e masterizado por Raybeatz”, especifica.

Tiago Silva mostra-se entretanto particularmente satisfeito com o actual momento da música de Cabo Verde que, afirma, está em constante transformação, com surgimento de novos estilos através da fusão de estilos. “Os artistas estão actualmente a enveredar pelo afro, sem esquecer de preservar aquilo que é nosso: a nossa música tradicional. A semelhança dos novos artistas que vêm surgindo nestes novos estilos, tem aparecidos novos talentos na música tradicional”, analisa Silva, que se orgulha de ser um “artista independente”, ou seja, não trabalha com nenhuma produtora. 

Estou bem assim, mas no futuro se aparecer algum label ou empresa de música que atenda aos requisitos que procuro, porque não”, enfatiza. Enquanto isso, este artistas mostra-se orgulhoso da música de Cabo Verde, cada vez mais rica e diversificada. 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo