Cultura

Daniel Monteiro “muito grato” com Prémio de Mérito Teatral

O produtor e agente associativo Daniel Monteiro agradeceu ontem aos colegas da Associação Mindelact pela escolha por unanimidade e aclamação para receber o Prémio de Mérito Teatral 2021. Este prometeu continuar a trabalhar em prol das artes cénicas em São Vicente e também na extensão do Mindelact para outras ilhas, sobretudo as mais a norte de Cabo Verde.

Estou muito grato por todos os sócios da Associação Mindelact terem reconhecido o meu trabalho. São mais de 30 anos do Mindelact, inclusive houve uma altura que tive de parar um avião para levar o actor António Santos. Fizemos muitas coisas, mas continuo disponível para trabalhar, mesmo estando fora da direcção desta associação”, declarou Monteiro, que aponta como prioridade da sua acção enquanto sócio ajudar a levar o Mindelact para outras ilhas, sobretudo para Santo Antão, Sal e Boa Vista.

O presidente do Mindelact lembrou que em 2020 não houve, pela primeira vez, atribuição do Prémio de Mérito Teatral porque os cabo-verdianos estavam confinados devido a pandemia da Covid-19. Segundo João Branco, este é um prémio que foi instituído em 1999 e que, desde então, já destacou e homenageou várias pessoas, instituições, grupos de teatro, técnicos.

Este ano, pela primeira vez, decidiu premiar um produtor e agente associativo, no caso Daniel Monteiro, em reconhecimento pelo seu longo percurso, desde a realização do primeiro festival Mindelact, em 1995. “O Daniel era na altura dirigente do grupo Frank Cavaquin. Lembro que o encenador do grupo, Espírito Santo Silva, não estava muito interessado em participar. Mas graças ao Daniel a companhia acabou por participar com dois espectáculo na 1ª edição do festival, que durou um fim-de-semana.”

Em 1996, prossegue Branco, o Daniel participou como membro-fundador na criação da Associação Mindelact e, de imediato, entrou para os corpos gerentes na primeira equipa de gestão, há 25 anos. São mais de 30 anos em dedicação ao teatro. É esta dedicação que foi reconhecida com o Prémio Mérito Teatral, que é uma distinção que destaca a carreira do Daniel.

O Daniel foi um produtor incansável, memorável e este prémio é o nosso reconhecimento de todos os associados do Mindelact à este percurso e dedicação”, afirmou João Branco, que lembrou ainda que, entre 2014 e 2017, Daniel Monteiro foi ainda presidente da Associação Mindelact, depois de 23 anos a exercer o cargo de vice-presidente desta organização.

A encerrar a cerimónia de entrega do Prémio Mérito Teatral os órgãos sociais eleitos da Associação Mindelact tomaram posse.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo