AtualidadeCOVID-19

Covid19: Aumenta para nove o número de vítimas mortais em Cabo Verde

Já são 9 o numero de vitimas mortais devido a infecção pelo novo coronavirus desde que foram diagnosticados os primeiros casos em Cabo Verde. Esta informação está no site oficial da Covid-19, que revela ainda que, no acumulado, o país soma um total de 1027 casos positivos acumulados, mais 24 que ontem, 562 recuperados e 455 doentes activos

De acordo com os dados disponibilizados, desses 1027 casos acumulados, 654 foram no concelho da Praia, 107 em Santa Cruz, 17 Santa Catarina Santiago, 1 em São Miguel, 7 na Ribeira Grande de Santiago, 5 em São Domingos, 2 em São Salvador do Mundo, 156 no Sal, 57 na Boa Vista, 12 em São Vicente, 3 no Tarrafal de Santiago e 2 na Ribeira Brava de S. Nicolau. 

Destes, 562 recuperaram da doença, 2 foram transferidos, 9 faleceram e 455 estão activos. No comunicado divulgado na pagina do Governo, o MSSS diz que foram processadas 185 amostras nos dois laboratórios. O concelho da Praia registou 6 positivos e 63 negativos, um dos quais de seguimento.

O concelho de Santa Catarina teve 6 positivos e 1 negativo, o Hospital Santa Rita 0 positivos e 5 negativos, Ribeira Grande de Santiago 0 positivos e 1 negativo, o do Tarrafal de Santiago 0 positivo e 5 negativos, Santa Cruz 4 positivos e 24 negativos. Da ilha do Sal os resultados foram 8 positivos e 43 negativos e de S. Vicente 0 positivos e 15 negativos, dos quais 5 de controlo.

Em suma, aos resultados anteriores somam-se agora mais 24 casos novos confirmados e 161 negativos, elevando assim para 1027 o número total casos positivos acumulados de COVID-19, 455 casos ativos, 562 casos recuperados e 9 óbitos incluindo mais um ocorrido ontem na Ilha do Sal.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Um Comentário

  1. O E.E foi decretado para evitar colapso nas estruturas de saude pelos doentes com sintomas ,no entanto o SNS coloca o foco estatístico nos assintomáticos e com sintomas leves (entram no mm saco), e dizendo que so’ a minoria fica enferma, no entanto , quando se lhes pergunta não sabem a estatística dessa minoria ,nomeadamente os q tem sintomas ,moderados ,GRAVES ,CRÍTICOS ,os críticos recuperados ,e desses quantos foram assistidos com ventilação mecânica e quantos não !!! Essa informação parecer ser tabu pelo MS , so’ torna-se publico pelos jornalistas e pelos porta-vozes do MS quando voltam óbitos e dam “as condolências a família enlutada ,nesta hora ” E’ por essa ausência de estatísticas dessa minoria com sintomas graves /críticos ,q se tem a impressão q quem fica critico não se “safa do óbito “.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar